Feeds:
Posts
Comentários

à propos de la nave vaga

Le groupe ‘nave vaga’ a fait ses débuts en 2009. Ce début s’est fait à l’envers, d’abord la production du premier album, le ‘ternura inox’ et, c’est seulement à la fin de l’année que le groupe a commencé les concerts en public. Le groupe est formé par Braulio Garcia (guitares et voix), par Tatiana Vilarinho- Franco (voix) et Eduardo Bernardt (programations, claviers et voix).

L’album ‘ternura inox’ a été enregistré, mixé et masterisé dans le studio El Rocha, à São Paulo, produit par Djdu.K, ingénierie de son de Fernando Sanches avec une petite, mais importante, aide technique de Daniel Ganjaman. La mélodie et les poésies cherchent à être libres, et les idées aussi.

Dans ce premier travail, les compositions ont eu l’influence des rythmes très divers, en se promenant par l’élégance de la bossa nova (nouvelle vague), la joie de la samba, la tranquillité hypnotique du lounge et du dub et la frénésie du jungle. L’originalité dans ces compositions vient des influences de rythmes tranditionnels du folklore de la région de Minas Gerais au Brésil, comme la ‘folia de Reis’ et la ‘Congada’.

Les chansons sont marquées par plusieurs lignes mélodiques des guitares, par les rythmes avec plusieurs samplers d’instruments de percussions, basse et batterie, et par des voix en exprimant la force et la beauté de la poésie. Les sons sont climatiques avec une texture hypnotique, et ils mettent en évidence le plaisir de la création elle-même.

O mistério da TERNURA INOX

Algumas pessoas nos perguntam o significado do nome do nosso disco “Ternura Inox” e a verdade é que se trata de um quebra-cabeças.

Visto que acreditamos que não haja informação concreta e nem ainda, completa, e considerando que quem tem competência pra explicações sobre verbetes são wikipédia e o dicionário, verificamos então na wikipédia e no dicionário e eis aqui algumas transcrições que podem nos dar referências.

Divirtam-se :

INOX no dicionário

Inox: Abreviação de inoxidável.

Inoxidavel: Que não oxida

Oxidar: 1. Quím. Converter(-se) em óxido. ≠ desoxidar v. tr.

2. Quím. Adicionar ou combinar com oxigênio. =oxigenar v. tr., intr. e pron.

3. Criar ou ficar com ferrugem. = enferrujar ≠desoxidar

INOX na wikipédia

– Propriedades de um material inox:

  • Alta resistência à corrosão
  • Resistência mecânica adequada
  • Facilidade de limpeza/Baixa rugosidade superficial
  • Aparência higiênica
  • Material inerte
  • Facilidade de conformação
  • Facilidade de união
  • Resistência a altas temperaturas
  • Resistência a temperaturas criogênicas (abaixo de 0 °C)
  • Resistência às variações bruscas de temperatura
  • Acabamentos superficiais e formas variadas
  • Forte apelo visual (modernidade, leveza e prestígio)
  • Relação custo/benefício favorável
  • Baixo custo de manutenção
  • Material reciclavel
  • De boa fabricação
  • Densidade média = 8000 kg/m³

TERNURA no dicionário

Ternura:

1. Qualidade de terno, carinho, meiguice.

2. Tristeza suave.

Terno: 1. Grupo de três pessoas ou de três coisas semelhantes; trio; trindade.

4. Meigo; brando; modo afetuoso; sensível;

Ternura na Wikipédia

http://pt.wikipedia.org/wiki/Ternura

(Veja por você mesmo ou melhor, você mesmo, ou melhor ainda, os dois!)

…its all we need,

Nave Vaga

Fontes : Priberam e Wikipédia.

nave vaga no arte na praça!

 Numa tarde de sol do mês de abril de céu anil, de clima ameno,  enveredados pelo verde natura de árvores floridas e acompanhados por um público alegre exalando ternura: fotos do ‘ternura inox show’ da Nave Vaga no Festival Arte na Praça, no qual tivemos o prazer de abrir o ‘Japan pop show’ do Curumin.

E neste show, apresentamos o novo tripulante da Nave, Miro, nos metais: trompete, clarinete e saxofone com sonoros, divertidos e sensitivos sopros e linhas melódicas, além do super bom humor com seus passos dançantes dos embalos da música  ‘In+pressão’.

 

 Fotos por Thiago Carvalho @ Festival Arte na Praça!

 

E lembramos que nosso próximo encontro será no dia 09 de junho, quarta-feira, no Vinil Cultura bar, onde temos o imenso prazer em tocar e relembrar nossa estréia nos palcos sob os olhares atentos e atenciosos!

Estejam todos convidados para curtir uma noite sonora ao som do ‘ternura inox show’.

 Até lá…

Tatiares

Após o show de estreia da Nave Vaga no Vinil cultura bar, a banda começou uma jornada musical no Espaço Veredas acompanhando a peça teatral ‘O Abismo’ em cartaz no Espaço, primeiramente às sextas e depois aos sábados. Fizemos uma série de 6 shows durante os meses de fevereiro, março e abril, seguidos de muito suingue com a discotecagem do DjDu.K com o Sistema Altofalantes de rádioBURITI, noites de muita música com o pessoal dançando até 4 da matina… delicioso!      

 
foto por Marco Nagoa
  
 
foto por Marco Nagoa

 Durante esta jornada de shows tivemos o privilégio de conhecer artistas a exaltar suas artes e a saborear suas atividades no Espaço Veredas, criando um círculo de amizade e um clima muito agradavél nas noites poéticas-artísticas-dançantes-frenéticas! E foi nesse período que a Nave agregou mais um tripulante, o baixista-escritor Leon de Aguiar com seu baixo semi-acústico de pontuadas graves.     

 
 
foto por Danilo Vieira

Neste momento nos preparamos para o show tão desejado no Festival Arte na Praça, além de estarmos envolvidos na criação do primeiro clip da Nave Vaga, da música ‘Les crayons de lumière’ realizado pelo cineasta e diretor artístico Estévão Meneguzzo, com direção artístico-corporal de Fransérgio Araújo e filmagens de  Jamile Salomão e Fransérgio Araújo.

Este foi o boletim da tripulante Tatiares para o universo sonoro. Nos encontramos no próximo domingo no Arte na Praça!   

 http://www.myspace.com/curumin

 

http://www.myspace.com/navevaga

 

Ativar – Nave Vaga em ação

 
 Neste domingo, dia 13 de dezembro, realizamos nosso primeiro show, do nosso primeiro álbum, Ternura Inox. Foi bem divertido e contamos com a presença de queridos amigos e familiares, e todos disseram que adoraram, são suspeitos, kkkk mas, adoraram! E isso nos dá uma satisfação enorme, uma alegria… um gostinho de querer mais! Aguardamos a masterização e a finalização da arte gráfica do álbum e, acreditamos que o lançamento será no início de 2010, torcemos pra isso.

No momento, estamos com nossa energia focada na produção da arte visual da Nave Vaga, pensamos em fazer um curta e alguns clips com o cineasta Estevão Meneguzzo e com a orientação artística-corporal do Fransérgio Araújo. Estamos com muitas ideias e com um grupo reforçado de mentes brilhantes e iluminadas e vislumbramos algo fantástico e muito divertido de fazer. Pretendemos filmar em Uberlândia e dar foco nos detalhes climáticos e nas sensações que envolvem a atmosfera dos tripulantes da Nave.

Aqui a foto do nosso primeiro show, tirada pelo Fransérgio Araújo no Vinil Cultura Bar.

vagantes-tripulantes da Nave Vaga

Já bate uma vontade de trabalhar num segundo álbum, porque já tem bastante material, e assim continuar na viagem criativa de sons e rimas do nosso ‘psico-samba’ futurístico. Mas, pretendemos fazer mais algum show aqui até o fim do ano!

visitem o nosso espaço: www.navevaga.com

até logo!

tripulante Tatiares